Causas, sintomas e tratamento da cefaleia. Abordamos os tipos de cefaleia primária e secundária, cefaleias explosivas, agudas, subagudas e crónicas, cefaleia em salvas e cefaleia tensional. Tratamentos naturais, médicos e alternativos.


segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Cefaleia Tensional

A cefaleia tensional é a forma mais comum de cefaléia (ocorre em quase 70% das pessoas).
Os pacientes com cefaléia tensional podem apresentar dor com as seguintes características:
  • dor geralmente localizada nos dois lados da cabeça;
  • dura de minutos a dias;
  • é de intensidade leve a moderada;
  • pode se manifestar como uma sensaçao de aperto ou pressao;
  • nao piora com a atividade física rotineira.

Cefaleia em Salvas

A cefaléia em salvas, que possui esse nome pois ocorre em salvas - série que dura semanas ou meses, é um tipo muito doloroso de cefaléia. Nas crises, a intensidade da dor é muito intensa e podem ocorrer várias vezes em 24 horas, porém são mais comuns durante a noite.
Os pacientes que apresentam tal cefaléia se encontram, tipicamente, entre 20 a 40 anos, em sua maioria pertencem ao sexo masculino e podem ter períodos de remissao que duram meses e até anos.


Os Sintomas típicos da cefaléia em salvas são:
  • dor unilateral intensa;
  • dor que dura de 15 minutos a 3 horas por crise;
  • dor geralmente em torno do olho e/ou regiao temporal que pode se irradiar para outras regioes da cabeça;
  • pálpebras inchadas, olhos lacrimejantes, sudorese facial e congestao nasal.

Antidepressivos no tratamento das cefaleias

Mais de 20 diferentes tipos de antidepressivos existem, divididos em várias classes (tricíclicos, inibidores da MAO, inibidores da recaptação de serotonina, serotonina e noradrenalina, serotonina e dopamina) porém poucos são sabidamente eficazes no tratamento das cefaleias. A medicação mais usada e com comprovação científica mais ampla é a AMITRIPTILINA, um antidepressivo tricíclico, cujos principais efeitos colaterais são sonolência (útil para pacientes com insónia), e boca seca.
É uma medicação utilizada para depressão, vários tipos de dor, Apoio: ansiedade, insónia, síndrome do cólon irritável e fibromialgia.
Outros antidepressivos são usados para o tratamento da enxaqueca, cefaleia do tipo tensional e cefaleia crónica diária, porém apenas os tricíclicos tem sabida eficácia. OS antidepressivos são : - ORTRIPTILINA, IMIPRAMINA, DOXEPINA (classe dos tricíclicos);
- FLUOXETINA, CITALOPRAM, SERTRALINA, PAROXETINA, FLUVOXAMINA (classe dos inibidores da recaptação da serotonina);
- BUPROPRION, AMINEPTINA (inibidores da noradrenalina e dopamina); MIRTAZAPINA, NEFAZODONE, VENLAFAXINA, ROLIPRAM (inibidores da recaptação da noradrenalina) FENELZINE, TRANILCIPRAMINE (inibidores da MAO).
Recentemente foi lançada a medicação antidepressiva DULOXETINA, com acção equilibrada de dois neurotransmissores: a serotonina e a noradrenalina, os resultados são promissores.

Tratamentos naturais da cefaleia, dor de cabeça

Existem diversos tratamento naturais que podem contribuir para o tratamento da dor de cabeça, nomeadamente:
• Quando surgir uma dor de cabeça, aplique compressas frias no lugar onde a dor parece ter originado. Isto reduz espasmos musculares e ajuda os vasos sanguíneos. Deixe um pano limpo e húmido na geladeira por 10 minutos, ou mergulhe-o em água com cubos de gelo, retire-o e torça-o e aplique.
• Coloque um aquecimento sobre os músculos do ombro como uma almofada, toalha quente ou garrafa de água quente e talvez no pescoço. Fazer isso pode te ajudar.
• Durma o suficiente, mas evite acordar tarde. Vá dormir mais cedo.
• Não coma demais. Inclua suficiente quantidade de fibra em suas refeições.
• O tratamento para cefaleia depende da causa. Cefaleias causadas por um determinado problema frequentemente retornam. Portanto, identifique a causa e muitas futuras dores de cabeça serão evitadas.
• Às vezes, dores de cabeça repetidas, são um sintoma de uma doença mais grave.
• Certifique-se de que você esteja recebendo suficiente vitamina B, especialmente niacina e ácido pantatênico. Vitamina A e ferro são também importantes (mas não se esqueça de dar preferência sempre a obter o seu ferro de alimentos, tais como melaço, etc e não de produtos químicos, como suplementos).
• Exercícios regulares podem ajudar a prevenir dores de cabeça devido à tensão. Exercite-se quando houver dor de cabeça, caso a dor não seja severa.
• Faça suas refeições em horas regulares, e não coma alimentos que possam causar-lhe este problema.
• Respire profundamente.
• O brilho da luz pode causar fadiga visual e dores de cabeça.
• Não mastigue chiclete. A mastigação repetitiva pode trazer tensão e dor de cabeça.
• Não use muito sal.
• Não exagere. Aprenda a viver dentro do seu limite.
• Quando tiver que enfrentar altas altitudes, tome adicional vitamina C, para evitar uma cefaleia devido a alta altitude.
• Mantenha um diário para ajudá-lo a determinar a causa das dores de cabeça. Anote: data, hora do dia, quando a dor é sentida e quaisquer comentários sobre o que você acha que podem ser possíveis causas.
• Se alguns dos seguintes sintomas ocorrem com a cabeça, a situação pode ser mais grave, e você deveria consultar um profissional: febre e rigidez no pescoço, sensibilidade à luz, perda da fala ou confusão, batimento cardíaco irregular, pressão na área dos sinus na face, mudança visual das cores ou a sensação de que sua cabeça vai explodir.
• Se você acha que alguma coisa que comeu ocasionou uma terrível dor de cabeça, tome 5 comprimidos de carvão dentro de uma hora. (não tome comprimidos de carvão diariamente)
• Alguns chás das seguintes ervas podem ser benéficos: valeriana, matricária, erva-cidreira, primavera, lavanda e salgueiro.

Causas de cefaleia, dor de cabeça

Existem muitas causas que motivam o aparecimento da cefaleia, dor de cabeça. Aqui enumeramos algumas delas:
• Cefaleia por tensão nervosa: dor contínua em uma ou mais áreas, com dor nos músculos do pescoço e parte superior das costas, podendo haver tonturas. Um dos tratamentos mais comuns para esta dor inclui a aplicação de blocos de gelo no pescoço e parte superior das costas. Tome vitamina C e P(bioflavonóides) extra. Evite açúcar, cafeína, alimentos alergênicos, estresse. Pratique mais exercícios.
• Dor de cabeça por ressaca: Causada geralmente após ingerir bebidas alcoólicas. Coloque gelo no pescoço e beba muita água e sucos de fruta. Pare de beber álcool.
• Cefaleia por esforço físico: Esta é causada por esforço físico ou sexual excessivo. Aplicar blocos de gelo ao ponto de dor, melhorar a dieta e parar com os excessos.
• Dor de cabeça devido à cafeína: Acontece quando você tenta parar com sua dependência de café muito rapidamente. Beba uma pequena quantidade de café para parar a dor de cabeça, e depois, gradualmente, vá diminuindo a dose até parar.
• Cefaleia devido aos seios nasais: Dor à direita e/ou à esquerda do nariz e sobre ele. Aplique calor húmido para reduzir os problemas, e tome mais vitamina C.
• Cefaleia menstrual: Ocorre antes ou durante a menstruação. Tome potássio, magnésio e vitamina B6.
• Dor de cabeça por fome: A cefaleia geral que ocorre pouco antes da refeição, e é causada por pular refeições ou dietas excessivas. Melhore suas refeições, incluindo carboidratos e proteínas, para ajudar seu corpo a aguentar firme até a próxima refeição.
• Dor de cabeça por fadiga visual: Dor nos lobos frontais, logo atrás dos olhos. Muitos pensam isto é causado por problemas não corrigidos da visão, mas também pode ser causada por muito trabalho do cérebro, principalmente em horas tardias. Mude o seu modo de vida e verifique se você precisa de uma mudança de óculos.
• Dor de cabeça devido à artrite: Dor na parte traseira da cabeça ou pescoço, que aumenta com o movimento. Chá da erva matricária é recomendado, mas não durante a gravidez.
• Dor de cabeça por hipertensão: Uma dor incómoda em grande parte da cabeça, aumentada pelo movimento. Baixe sua pressão arterial.

Como melhorar ou evitar sintomas da cefaleia, dor de cabeça

Existem várias estratégias não medicamentosas que se reconhece melhorar o controle das cefaleias.
Identificar e evitar os factores desencadeantes, não ficar longos períodos sem alimentação, não fumar, evitar o stress, ter um sono regular são úteis no controle das crises de dor de cabeça. Fazer exercícios regularmente pode também reduzir sensivelmente o número de crises.
Quando ansiedade, ou depressão, ou crises de pânico, ou fases de mania estão presentes, a psicoterapia cognitiva aumenta o grau de controle das cefaleias. Outras estratégias como o biofeedback, a hipnose são também úteis em alguns casos.
Acupuntura pode ajudar, e o uso de fitoterápicos e outros tratamentos não estão ainda bem estudados.
É o principal tratamento das dores de cabeça, o tratamento preventivo, também conhecido como profilático, visa evitar as crises, torná-las menos intensas, menos frequentes, e mais responsivas ao tratamento agudo.
Expectativas realistas para o tratamento são necessárias, redução das crises em 50% acontecem na maioria dos casos.

Tipos de Cefaleia

A Sociedade Internacional de Cefaléia reconhece mais de 150 modalidades de dor de cabeça.
As cefaléias são subdivididas em primárias e secundárias. As primárias são aquelas causadas por distúrbios bioquímicos do próprio cérebro. A dor é deflagrada pela disfunção de neurotransmissores. Neste grupo, incluem-se a enxaqueca, a cefaléia tensional, a cefaléia em salvas, hemicranias paroxísticas e outras. Assim, as cefaléias primárias são, ao mesmo tempo o sintoma e a doença.
As cefaléias secundárias são decorrentes de afecções em qualquer região do corpo e podem ser aneurismas, meningites, inflamações dos olhos, ouvidos, nariz e garganta e podem causar dor de cabeça. Felizmente, 90% das cefaléias são primárias. Entre elas a enxaqueca é a mais comum. A enxaqueca acomete principalmente mulheres, iniciando-se na infância, adolescência ou no adulto-jovem.
Caracteriza-se por hemicraniana, pulsátil, intensa, com duração aproximadas de três horas a três dias, acompanhada de náuseas, vômitos, fotofobia (dificuldade de olhar para a luz), fonofobia (intolerância aos ruídos, principalmente os mais agudos), piora com o esforço e melhora com o repouso. Muitas vezes é precedida por sintomas visuais (flashes de luz, retração do campo visual), sensitivos (domências) ou motores (fraqueza de um membro), com duração máxima de uma hora, que são denominados aura e ocorrem em 15% dos indivíduos com enxaqueca.

Conheça as causas da cefaleia
Conheça a classificação das cefaleias
Saiba como prevenir a cefaleia
Conheça todos os tipos de cefaleia e tratamentos adequados no índice de artigos sobre cefaleia

O que é Cefaleia

Cefaleia é o termo médico para dor de cabeça. É um dos sintomas mais comuns na medicina, é uma das queixas mais frequentes de consultas a clínicos, pediatras e neurologistas, fisioterapeutas especializados em osteopatia, quiropatia e acupuntura e cirurgiões-dentistas especialistas em Disfunção temporomandibular e dor orofacial e também um dos motivos mais comuns de falta ao trabalho. A cefaleia é um sintoma universal no ser humano. Estima-se que 90 a 100% das pessoas terão algum tipo de dor de cabeça ao longo da vida.

Índice dos artigos relativos a Cefaleia

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL